Dois Amantes

DOIS AMANTES

Havia fogo

Havia relâmpago

No ar

Havia força

Havia magia

No olhar

Como dois amantes

Era uma História

De amor

Muito escondida

Como morder

Uma doce fruta proibida

Coisa de amante

O infinito

Estava escrito

Lá no céu

Em meio a gritos

E sussurros

No motel

Loucuras de amantes

Passava o dia

Na janela

A esperar

Com buquê de flores

E poesias

Para lhe dar

Gestos de amantes

E nesse instante

No universo

Somos dois

Sem nada pra depois

Apenas amantes

3 thoughts on “Dois Amantes

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *