amor em poesias

O céu tem cor de papel

Não me diga que o céu Tem cor de papel Porque tudo está azul   Se você me olhar E não puder me tocar Espere mais um pouco   Mas quando chegar E se aproximar O mundo pode ficar louco   Nem consigo imaginar Como seria me encontrar Diante do teu corpo nu

De repente era amor

    Não sabemos como começou Mas bastaram duas palavras De repente era amor   Você disse que tinha medo Mas não sei pra que Revelou seu segredo   Agora de posse da chave Que abre seu coração Estou entre a vontade e a razão

LEMBRA?

  Lembra? Não havia o ontem Nem depois Só o presente Pra nós dois Era o que tínhamos pra viver Lembra? Quando alguém te fez chorar Quando na lua Via o mar As tuas lágrimas enxuguei Lembra? Dos dias tristes de verão Quando me via Jogado ao chão Eu só contava com você Lembra? Você …

LEMBRA? Leia mais »

Na estrada do amor

http://sorisomail.com/ Onde havia amor Hoje só saudade Onde havia dor Há felicidade Hoje ainda choro Do que antes sorri Mesmo se me apavoro Preciso prosseguir Onde havia riso Hoje há solidão Onde havia ódio Hoje há perdão Hoje ainda leio O poema que te dei Ainda no velho espelho O dia em que te amei.